A literatura e seu vínculo afetivo e socioemocional


Quando falamos em linguagens, também falamos da interação humana e das possíveis conexões entre os objetos do conhecimento, tanto, que há anos a linguagem vem sendo instituída como elemento fundamental atrelado a todas as componentes curriculares e ganha evidência nas correlações a partir da nova Base Nacional Comum Curricular - BNCC, sendo trabalhada em eixos fundamentais à formação humana. Para o adulto, esta leitura e interação refletidas sobre a importância da literatura já são estabelecidas, pois não há quem diga que ler não é importante, mas para a criança em formação, instigar esta habilidade é essencial. O ato de ler e contar histórias são atividades algumas das atividades mais antigas do homem já ligadas ao período pré-histórico da humanidade.

No Colégio Marupiara, a literatura tem papel fundamental na formação de nossos e nossos estudantes, inclusive, a alfabetização acontece por meio dela, papel instigante que faz com que nossas crianças e jovens sejam formados em um universo letrado com possibilidades de inferências, compreensão, criações e transformações de suas próprias práticas, bem como as práticas coletivas internas e externas ao ambiente escolar. Os Projetos de Leitura e Escrita são desenvolvidos desde o Infantil ao Ensino Médio utilizando diversos veículos que tornem o aluno leitor e desenvolva esta habilidade de forma crítica e reflexiva, assim como as Rodas de Leitura que acontecem regularmente com acesso aos mais variados títulos e autores.

Como uma arte, a literatura explora a estética a partir da escrita e de outros recursos, e tem um papel fundamental tanto para instruir quanto para divertir, aprofundar e fazer com que o leitor reflita sobre seu “lugar no mundo.”

Como uma arte, a literatura explora a estética a partir da escrita e de outros recursos, e tem um papel fundamental tanto para instruir quanto para divertir, aprofundar e fazer com que o leitor reflita sobre seu “lugar no mundo.” Parece citação clichê e já tão usual há tanto tempo, mas este texto é um meio que nos leva a pensar como a reinvenção é papel nato do ser humano. Em tempos de pandemia, a literatura ganha espaço não só como meio e veículo formador, mas como vínculo afetivo e contribuição socioemocional para promoção à saúde, ao lazer e às inúmeras possibilidades encontradas a partir de cada leitor e seu engajamento com fenômeno lúdico, com função compensatória e representação simbólica diante das próprias sensações.

Hoje, quando falamos de livros, em especial, de literatura infantil, a contação por meio escrito e visual é um convite ao que se pode viver intensamente sobre a própria existência. Por este motivo, como pedagoga e com formação em artes cênicas, dança e artes em educação, a educadora Isabella Martins encontrou uma forma de se reinventar neste processo de distanciamento social, realizando não só as atividades de Roda de Leitura para alguns anos específicos, como também criando seu canal “Isa Conta Histórias” no YouTube. É um domínio de sua formação sendo estendido e compartilhado através de suas narrações constituídas oralmente com elementos de expressividade, entonação e recursos que desenvolvem o estado atencional e de escuta direcionada. A ideia é que este compartilhar possa ser um caminho de novas possibilidades que têm surgido a partir das inúmeras criações vistas neste momento de distanciamento social. No momento, o convite à apreciação desta narração acontecerá a cada semana.

Boa leitura a todos!

Michele Siciliano

Para o Marupiara.Net

*Michele Siciliano é formada em letras e pós graduada em psicopedagogia com diversos curso nesta área. É responsável pelo Atendimento Educacional Especializado - AEE do Colégio Marupiara.

Vídeo a "Princesa Arabela" do canal "Isa conta História" da Profª Isabella Martins

32 visualizações

© 1999-2020 MARUPIARA.NET