top of page

O mês da Cultura na Educação Infantil: Diversidade Cultural



Na semana do dia 14 de junho, Scheila Vincenzo e Kandy Wirgues, educadoras da Educação Infantil no Colégio Marupiara, foram entrevistadas sobre os projetos que estão sendo realizados neste mês da Cultura Contra a Fome, ação conjunta com a celebração da cultura brasileira. Inclusive, a professora Scheila é gaúcha, nascida no Rio Grande do Sul, e pôde contribuir muito para o projeto.

Nesse período, cada ciclo realiza pesquisas sobre uma região do nosso país. Com foco na região Sul, alunos e alunas do Infantil aprendem sobre sua cultura, costumes, ecossistema e danças. Esse trabalho está sendo desenvolvido com eles há duas semanas, usando o projeto de leitura, por exemplo, entre outras atividades.


(Equipe de Jornalismo - Educomunicação) Quais aspectos da região Sul cada turma do Infantil irá trabalhar?


(Kandy Wirgues e Scheila Vincenzo) No infantil 1A estamos trabalhando as vestimentas tradicionais da região, e fizemos uma oficina na qual os pais separaram roupas parecidas com as do Sul para que os pequenos trabalhassem a coordenação motora tentando se vestir.

Já no infantil 2A focamos na culinária do Sul, principalmente no chimarrão – bebida tradicional da região. Mostramos a eles todos os ingredientes e materiais necessários para o preparo, e eles fizeram a cuia com uma massinha de modelar caseira.

Como eu sou gaúcha (Scheila), na minha turma, infantil 2G, acabei focando mais no Rio Grande do Sul porque tenho propriedade para falar sobre. Trabalhamos com os costumes, expressões linguísticas, cantigas de roda e brincadeiras, como o jogo das Cinco Marias e a Abolita. Ensinei para eles como se joga as Cinco Marias, e eles usaram 5 tampinhas de garrafas pets coloridas para brincarem entre si.

O 1° ano A está aprendendo sobre as lendas locais, que são várias, como a lenda do Saci Pererê e Negrinho do Pastoreio; a lenda indígena da Erva-Mate, que é usada no chimarrão; e a lenda do Boi de Mamão, semelhante ao Boi Bumbá, em que uma mulher sentiu desejo de comer o coração de um boi e então o cortaram a cabeça, mas depois uma benzedeira conseguiu ressuscitá-lo. A partir de lendas e histórias, falamos também de dois grandes autores gaúchos, Érico Verissimo e Mario Quintana.

Por último, no 1° ano G o foco era a dança e música da região. As crianças construíram um instrumento fazendo franjinhas em garrafas pets que, ao serem esfregadas, fazem um som de chocalho. Trabalhamos diversos ritmos com eles utilizando o chocalho e a música do Rei de Mamão, “Vamos Moreninha”. Além disso, as crianças fizeram duas coreografias, a dança do pezinho e a dança do Balaio.

Percebemos que as crianças estão integrando bem as informações, já que contam aos pais o que aprenderam. Também gostaríamos de agradecer aos pais por sempre acolherem nossos projetos e serem tão participativos, isso nos motiva e emociona muito.


(E. J. - E.) Como será a finalização desse projeto?


(K. W. e S. V.) No dia 25, as crianças vão para a aula com roupas características do Sul, todo o parque estará enfeitado e terão brincadeiras tradicionais para elas participarem.

No dia do evento, 26 de junho, teremos uma live às 11 horas com o grupo regional Mourão da Estância, do Rio Grande do Sul. Eles participam de rodeios (Centro de Tradições Gaúchas), e tudo será transmitido diretamente do galpão onde acontecem os eventos.

Esse grupo está com muitas dificuldades financeiras, já que toda sua renda vinha das apresentações, que não estão acontecendo agora por causa da pandemia. Então, durante a live, será disponibilizado um PIX para todos aqueles da comunidade escolar que puderem contribuir com doações. Nesse momento teremos música ao vivo e um casal de crianças caracterizadas tradicionalmente.

Todos esses projetos serão publicados nas redes sociais do Colégio Marupiara, com novas atualizações semanais para todos acompanharem bem de perto cada trabalho.


Quer saber mais? Acompanhe a hashtag #MaruContraFome e veja todas as atualizações sobre o evento.


Por Lívia Mendonça, Bruna Ginoza e Luiza Nogueira

Corrigido por Priscila Yamaguchi


Para Marupiara.Net





25 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page